A natureza do som – Por que os mantras de Kundalini Yoga funcionam?

Nós vivemos num mar de energia, energia vibra. Tudo na criação manifesta é vibração. Até o que aparentemente é sólido, os objetos inanimados, estão constantemente vibrando. Algumas vibrações são audíveis; sons que podemos ouvir com os nossos ouvidos. Os nossos pensamentos, no entanto, são sons silenciosos, mas também são vibrações eletromagnéticas.

Tomar ciência da importância do som é uma forma de criar a nossa própria realidade e expandir a consciência. Escolher o cenário que queremos vibrar define como nos sentimos e como nos projetamos para o outro.

Nem sempre é possível vibrar numa frequência elevada ou ouvir apenas sons de alto padrão vibratório no mundo em que vivemos. Mas acessar esses sons na medida do possível em casa, no carro no fone de ouvido pode nos ajudar a conectar com realidade infinita que existe em nós  e com a sabedoria intrínseca que existe na corrente do som.

Ouvir e entoar mantras pode parecer uma realidade distante para muitas pessoas, mas acreditem, eles funcionam. Entoar é uma forma antiga e sagrada de ajuste energético e de projetar a mente. A palavra Mantra significa projeção criativa da mente (Man: men Tra: projeção). Os mantras são fórmulas que alteram os padrões da mente e a química do cérebro de acordo com as leis físicas e metafísicas.

O poder de um mantra está na vibração de seu som. Na prática de Kundalini Yoga utilizamos vários mantras para elevar e modificar a consciência através de seu significado e repetição rítmica. Durante toda a aula o professor pode direcioná-los para ajudar os alunos em suas demandas.

Entoar mantras silenciosamente ou em voz alta é um método consciente de controlar e direcionar a mente. Felicidade, tristeza, alegria e pesar são frequências da mente ondas de pensamento. Esses sentimentos determinam o tipo de programa que a mente executa. Yogi Bhajan, o professor que trouxe os ensinamentos de Kundalini Yoga para o ocidente, dizia que “ A ciência da realidade é encontrar o som e ressoar dentro desse som. Então a alma pode acessar a excelência”, dizia.

Quando escolhemos entoar um mantra estamos escolhendo de forma consciente invocar por meio de sílabas particulares múltiplos benefícios para nós mesmos como a prosperidade, paz, aumentar a intuição, esperança entre outros. Não importa se entendemos ou não o significado do som.

O palato superior que forma o céu da boca possui 84 meridianos, quando acessamos esses pontos que funcionam como o teclado de um computador acessamos o hipotálamo que fica abaixo do tálamo e da glândula pineal. O hipotálamo é conhecido por regular funções vitais como fome, sede, temperatura corporal e sono.

Ele também dispara a regulação do humor, o comportamento emocional e a sexualidade. Quando o hipotálamo é estimulado pelo som acontece um ajuste das funções do sistema endócrino e do metabolismo para criar uma mente neutra, equilibrada e fortalecer a imunidade. Os mantras são aliados em processos de cura de várias doenças, ajudam a diminuir casos de depressão o estresse e ansiedade.

Fonte de informação: livro do professor Aquariano e The Flow of the Eternal Power – Shakti Parwha.

Texto: Patwant Kaur

Photo: Camila Muradas

 

Hits: 186

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: